Dieta

ALIMENTOS RICOS EM PROTEÍNA: Conheça 6 opções para substituir o ovo na sua dieta

Contudo, é vital ser cauteloso em relação ao seu consumo para evitar o excesso, pois isso pode impactar negativamente a saúde.

Imagem do autor
Cadastrado por

Lorena Lins

Publicado em 07/12/2023 às 17:28
Notícia
X

Encontrar ovos na lista de alimentos de quem pratica atividade física, especialmente para ganho de massa muscular, é comum, dada a reputação desse alimento na preparação e crescimento dos músculos.

Contudo, é vital ser cauteloso em relação ao seu consumo para evitar o excesso, pois isso pode impactar negativamente a saúde.

As orientações para o consumo de ovos variam conforme fatores como sexo, peso, altura e intensidade da atividade física.

De maneira geral, sugere-se que um adulto consuma de 1 a 3 ovos por dia, independentemente do exercício.

Problemas associados ao consumo excessivo de ovos

Apesar dos benefícios à saúde, o consumo excessivo de ovos deve ser moderado, pois pode acarretar problemas como alterações no perfil lipídico devido ao alto teor de colesterol na gema, ganho de peso devido às calorias e alterações na filtração renal por sobrecarga de proteína, aumentando o risco de formação de pedras nos rins.

Recomendação de consumo de proteína

Embora os ovos sejam ricos em proteínas, uma dieta equilibrada deve incluir diversidade. Para quem busca hipertrofia e massa muscular, a recomendação é de 1,2 a 2 gramas de proteína por quilo, considerando as necessidades individuais.

Contudo, é essencial observar a associação dos ovos com outros alimentos ricos em proteína para evitar exceder as recomendações diárias desse nutriente.

Fonte: Correio Brasiliense.

Substitutos para o ovo na dieta

Para diversificar a dieta, há alternativas ricas em proteínas que podem complementar a ingestão diária. Entre elas estão:

Carne vermelha e branca

Fontes animais ricas em proteína, mas atenção à gordura saturada, especialmente em carnes vermelhas.

Peixes

Opção magra e rica em proteínas, com destaque para o salmão que também é fonte de ômega-3.

Oleaginosas

Nozes e amêndoas são alternativas vegetarianas, proporcionando proteína e benefícios à saúde vascular.

Quinoa

Fonte completa de proteína com todos os aminoácidos essenciais, além de outros nutrientes.

Leguminosas

Grão-de-bico, lentilha, feijão, amendoim, ervilha e soja são ricos em proteína, com destaque para o grão-de-bico e seus benefícios saciantes.

Leite e derivados

Leite, queijos e iogurtes oferecem proteínas, cálcio e fósforo, sendo recomendável optar por versões desnatadas.

Confira também:

“A matéria apresentada neste portal tem caráter informativo e não deve ser considerada como aconselhamento médico. Para obter informações fornecidas sobre qualquer condição médica, tratamento ou preocupação de saúde, é essencial consultar um médico especializado.”

Tags

Autor