PILATES NA PAREDE: Confira exercícios para definir as coxas

O pilates é eficaz para queimar calorias, auxiliando na perda de peso quando combinado com uma dieta equilibrada.

Os exercícios de pilates ajudam a tonificar os músculos, proporcionando definição ao corpo.

A prática regular de pilates pode impulsionar o metabolismo, contribuindo para a perda de peso ao longo do tempo.

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

O pilates enfatiza o controle e a estabilidade, o que pode influenciar positivamente o peso corporal.

Exercícios de Pilates na Parede para Definir as Coxas:

Agachamento na Parede

Apoiando as costas na parede, faça agachamentos para fortalecer e tonificar as coxas.

Ler Mais

Elevação Lateral da Perna

Mantendo o corpo em posição ereta, levante lateralmente uma perna para trabalhar os músculos laterais das coxas.

Círculos com a Perna

Desenhe círculos no ar com uma perna apoiada na parede para fortalecer os músculos internos e externos das coxas.

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

Afundo com a Perna na Parede

Realize afundos com uma perna apoiada na parede para focar no fortalecimento das coxas e dos glúteos.

Flexão Plantar na Parede

Com os calcanhares na parede, faça flexões plantares para trabalhar os músculos da panturrilha e das coxas.

Elevação dos Calcanhares

Suba e desça os calcanhares com as costas apoiadas na parede para fortalecer a região das coxas.

Bicicleta Vertical

Simule o movimento de pedalar verticalmente para ativar os músculos das coxas e do abdômen.

Ponte Unilateral na Parede

Eleve o quadril em uma ponte unilateral com uma perna estendida na parede para fortalecer as coxas e os glúteos.

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

Confira maiores dicas sobre exercícios:

Ler Mais

Fonte:

Ler Mais

Veja as principais notícias do dia em radio-jornal-new

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

“A matéria apresentada neste portal tem caráter informativo e não deve ser considerada como aconselhamento médico. Para obter informações fornecidas sobre qualquer condição médica, tratamento ou preocupação de saúde, é essencial consultar um médico especializado.”

>

Gostou do conteúdo?

ver mais webstories