Segundo imprensa britânica, Toto Wolff teve acesso a informações confidenciais de forma detalhada

A temporada 2023 da Fórmula 1 acabou, mas as polêmicas envolvendo a Red Bull e Mercedes continuam, com mais uma atualização

Segundo a imprensa britânica, Toto Wolff, chefe da Mercedes teve acesso aos documentos confidencias da escuderia rival, na temporada passada

Nesta documentação, teria relação ao teto de gastos quebrados, pela Red Bull

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

A revista britânica Business F1, publicou a informação que quando a infração da equipe de Milton Keynes, foi divulgada, todos os chefes de equipe receberam um documento igual, menos Wolff

A divulgação aconteceu no GP de Singapura em 2022, porém o chefe da Mercedes foi o único a receber um arquivo com detalhes sobre o ocorrido

Essa explicação teria acontecido com a ajuda da ex-secretária geral interina da FIA, Shaila-Ann Rao, que também trabalhou na Mercedes

Shaila assumiu o cargo logo após deixa a escuderia alemã e substituir Peter Bayer, atual dono da AlphaTauri, ficando no cargo até o fim da temporada 2022

Ann Rao esteve ligada em burburinhos, onde afirmavam que acontecia um favorecimento à Wolff, quando a Mercedes foi a primeira equipe a chega com carro com a nova diretiva técnica aplicada

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR

Devido a este detalhe, levantou suspeitas já que o tempo para fazer essa troca não seria tão rápido, como a escuderia teria feito

Verstappen pode perder o título?

Não, o piloto da equipe não perderá o título. Mesmo com uma possível punição, Verstappen permanecerá como campeão

Confira também: Williams define quem será seu piloto na próxima temporada

Ler Mais

Veja as principais notícias do dia em radio-jornal-new

IR PARA RADIOJORNAL.COM.BR
>

Gostou do conteúdo?

ver mais webstories